+351 269 949 552

2º ciclo

Canguru Matemático sem Fronteiras

Após 2 anos de interregno, os alunos dos 2.º e 3.º ciclos voltaram a participar no Canguru Matemático sem Fronteiras.

Este concurso pretende estimular o gosto e o estudo pela Matemática, permitindo aos alunos descobrir o lado lúdico da disciplina. Resolver questões matemáticas pode ser divertido e conseguir resolver os problemas propostos é sempre uma conquista pessoal muito recompensadora!

Parabéns a todos os participantes!

O Professor 

Luís Santos

Canguru Matemático 2022

Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes?

“No âmbito da iniciativa “Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes?” que visa a promoção da leitura e o exercício da cidadania na medida em que os alunos através de uma eleição realizada na escola, votam no livro que mais gostam, eis o registo de algumas atividades realizadas pelos alunos das turmas do 4º , 5º e 6º anos em plena campanha eleitoral!

As fotos dizem respeito ao Debate realizado entre as turmas do 4º ano durante o qual os alunos (individualmente ou em grupo) apresentaram o seu livro preferido com recurso a cartazes, pulseiras, crachás e mensagens escritas.

Os alunos do 2º Ciclo realizaram podcasts sobre os seus livros preferidos:

Turma do 5ºA

– Flora Lúcio e Miriam Gamito, livro favorito: “A Avozinha Gângster” de David Walliams

 https://vocaroo.com/1kJR6YKO4DED

– Joana Rito, Kayla Garcia e Filipe Pereira, livro preferido “Harry Potter e a Pedra Filosofal” de J.K. Rowling

 https://vocaroo.com/1czSE8qzTNpt

Turma do 5º B

– Lourenço Vilhena e João Avelar, livro preferido “A Viúva e o Papagaio” de Virginia Woolf

https://voca.ro/14kGstJYLtzTEBNº1CercaldoAlentejoB20AVìuvaeoPapagaiodeVirginiaWoolf

Turma do 6ºA  –  livro preferido “O Diário de um Banana –  Demolição” de Jeff Kinney”

A Professora Bibliotecária

Rosinda Alfeirão

Peça de teatro “Não” – Auditório António Chaínho

Os nossos alunos do 2º ciclo deslocaram-se no dia 2 de novembro ao Auditório Municipal António Chainho, em Santiago do Cacém, para assistir à peça de teatro “Não”, pela Lavrar o Mira” Cooperativa de Artes, no âmbito do projeto “Lavrar o Mira e a Lagoa”. 
Esta peça de teatro foi escrita por Giacomo Scalisi, nasceu a partir de um diálogo com o escritor Afonso Cruz sobre os seus livros “Paz Traz Paz” e “O Livro do Ano”, numa clara vontade de falar a todo o público, e em particular às crianças e aos jovens, sobre a importância de se poder pensar em liberdade e de se poder ser ‘Ser Humano’ como um dos melhores antídotos para combater o ódio.
O que é, afinal, ser normal? E o que são pessoas de bem? Marcado pelo canto polifónico, “Não” mostra-nos que três vozes diferentes são mais belas que o uníssono, e que a harmonia é possível. Escolhemos portanto, face à normalidade que nos cerca, o único caminho que nos parece pouco habitual: RESISTIR.
O espetáculo resulta da parceria que a Câmara Municipal de Santiago do Cacém estabeleceu com a “Lavrar o Mira” Cooperativa de Artes, denominado “Lavrar o Mira e a Lagoa”, com o objetivo de levar a cultura às populações, mas envolvendo os territórios e as vivências de quem neles habita para que participem nos processos criativos.
Na foto a turma do 5ºA com as atrizes da peça.
 
 Atividade no Facebook do Município de Santiago do Cacém:
https://www.facebook.com/munsantiagocacem/photos/pcb.5227110487305463/5227037720646073
 

Scroll to top